Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Adrão, na Grande Caminhada do Ventor

Adrão, na Grande Caminhada do Ventor

A foto do cabeçalho mostra uma creche de vitelos no alto da Derrilheira - serra de Soajo


Piquenique nas Fontes, em Adrão

Último piquenique da Maria Bondeira comigo

Último sorriso da Maria Bondeira para mim


Regresso a Casa, 2015


Clicando nesta foto, podem ver as restantes que compõem o Album Regresso a Casa, com fotos dessa minha passagem por Adrão no meu regresso, rumo a Lisboa, em 2015. Também podem clicar na setinha do Flicker e ver as fotos em slideshow


13
Jun18

Urzes Brancas de Bordença

Ventor

Em Maio, 05, passei por Adrão e levava, na mente, a vontade de encontrar urzes roxas mas só encontrei urzes brancas. Parei o carro, na estrada sobre o rio de Bordença e encontrei, apenas, urzes brancas. Ainda bisbilhotei, por ali, se haveriam urzes roxas, mas nada! Saí dos Arcos com os olhos em todos os arbustos que se penduravam sobre a estrada e, quando calhava, tropeçava com eles em urzes brancas.

 

2018-05-05 18-06-10_1329.jpg

 

2018-05-05 18-06-52_1331.jpg

 

Não encontrei as que queria mas encontrei estas e por baixo delas as águas do rio gritavam que estas ainda eram do meu tempo. "Estas ainda são do teu tempo, Ventor. Elas têm mais de meio século"! Esta parte do rio nunca ardeu e as urzes cresceram e envelheceram. Passaram muitos anos e eu ia fotografando urzes do meu tempo, 57 anos depois

 

2018-05-05 18-06-06_1328.jpg

 

2018-05-05 18-08-44_1342.jpg

 

Eu olhava as suas raízes e os seus troncos e lembrava-me do carvão do ti Caturno, dos torgos e das urzes velhas que ele arrancava do solo por baixo do Poulo do Muranho, quem vai da Naia para a Brusca. Essas, como estas, são urzes colossais e de entre os seus troncos que levantam rochas do solo, podem existir cobras como a que vi em 2006 bem perto destas. Uma cobra deitada à sombra, no meio da estrada, que parecia que nunca mais se desenrolava para fugir para as rochas do rio. A sorte dela foi que eu vi-a a tempo e não tinha vontade nenhuma que o meu carro a pisasse. Depois saí do carro a ver se a fotografava mas já não a vi. Poderei dizer, como os velhos do meu tempo: "era uma cobra de grande bitola"!

 

2018-05-05 18-09-18_1345.jpg

 

Há aqui urzes que, tal como no meu tempo, têm largura para fazer castanholas. Fiz algumas e também colheres de pau.

 

Em Adrão também há flores lindas. São elas que embelezam as montanhas do Ventor, nas suas caminhadas

Ventor, nas suas caminhadas | Divulga também a tua página

luis.jpg

Luiz Franqueira e o Quico

Sou eu e o meu Quico. Éramos amigos inseparáveis. O Senhor da Esfera levou-mo e, três anos depois, o mesmo Senhor da Esfera, enviou-me o Pilantras

Ticas2.jpg

Pilantras - o Ticas

O Pilantras também é lindo. A seu modo, já não fica a dever nada ao Quico. O Quico corria a meu lado a ver qual chegava primeiro ao computador. O Pilantras vai pela sucapa e ocupa a cadeira

Este é o Link da minha

Grande Caminhada

Caminharei por aqui, hoje e sempre, com o meu velho Quico na cabeça e o meu Ticas a meu lado

Ticas1.jpg

Ticas

O Cão Sabujo de Soajp

2017-09-15 14-22-58_0096.jpg

Este é o cão Sabujo de Soajo

Este cão é aquele a que hoje chamam o cão de Castro Laboreiro. Era o cão que as gentes de Soajo, segundo rezam as suas histórias e o Prof. Jorge Lage, pagavam em tributo aos reis de Portugal. Esse cão acompanhava os monteiros de Soajo nas guardas dos rebanhos e nas montarias reais

O lobo cinzento

Irei falar, por aqui da serra de Soajo e também dos seus lobos e das suas montarias ao lobo, as únicas em que participei como observador, ainda criança. Sabemos que o lobo ibérico é uma subespécie do lobo cinzento mas também sabemos que é um animal fabuloso

16726778_eS0z4.jpg

Falar da serra de Soajo, na qual continuo a caminhar em sonhos, não é só falar de lobos mas, também, falar das suas flores e, escolho para as representar a primeira de todas, as ericas...

DSC03018.jpg

... e depois esta Gentiana azul, esta bela flor azul, aparecida na Corga da Vagem, depois de não haver cabras por lá

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.