Nunca me passou pela cabeça, ouvir a voz de Luciano Pavarotti nos vales das montanhas da minha terra.

Se calhar, se ele cantasse, no Alto da Portela, nas minhas Montanhas Lindas, virado para a Senhora da Peneda, a Avé Maria de Schubert, todas as montanhas, em redor, as minhas belas montanhas, se perfilariam e cantariam com ele.

 

 

Daqui, do meio dos fetos, a sua voz ouvir-se-ia  lá ao fundo, no vale da direita, onde fica a Senhora da Pened 

 

 

Avé Maria de Schubert, cantada por Luciano Pavarotti

 

Mas não teremos mais Pavarotti, a não ser a sua companhia nestes modernismos do seu e do nosso tempo.

Só assim poderemos, enquanto por aqui andarmos, ter Pavarotti connosco.

E, só assim, eu poderei prestar a minha homenagem ao grande tenor, que foi Luciano Pavarotti.

Foi durante a romaria da Senhora da peneda que ele partiu do nosso convívio musical e é pensando nele e na romaria da Senhora da Peneda, que eu lhe deixo aqui a minha homenagem. Escolhi o meu Blog-Adrão, Aldeia na Montanha, para prestar a minha homenagem a Luciano Pavarotti. Imagino, penso que posso imaginar, como seria a sua grandiosidade como tenor, a cantar a Avé Maria frente à Senhora da Peneda!

 

 

A sua voz treparia degrau a degrau até chegar aos ouvidos da Senhora da Peneda que sorriria ao ouvi-la e diria mesmo: "isto só poderia ser coisa do ventor"!

 

Podem imaginar, comigo, que seria assim!

 

Em Adrão também há flores lindas. São elas que embelezam as montanhas do Ventor, nas suas caminhadas

Ventor, nas suas caminhadas | Divulga também a tua página

publicado por Ventor às 21:34